Indicamos:Efuturo.com.br - Efuturo é uma Rede Social de Conhecimento, Ensino, Aprendizado Colaborativo, Jogos Educativos e Espaço Literário.
Lotogipo - www.soplaar.com - Rede social de conhecimento e cultura
Seja bem-vindo Administrativo - Soplaar Quero me cadastrar   -    Esqueci senha
Email
 
 









Página Literária - Espaço do Leitor


Textos & Poesias
Imprimir

Total Votos: 1
Busca Geral:
Título
Texto Título e Texto
Autora:
ALTAIR SCHMIDT DA ROCHA (TaicaSchmidt)
Código texto: 131 - Depre

DEPRE

A alma padece,
O coração chora
O    eu se esconde
Não se sabe onde.
O corpo estremece
Fica ferido
No escuro do quarto
A procura do nada.
De tão doído
Pensamentos cerram a janela do espírito.
Lágrimas não escorrem
Tudo é malfazejo,
Já foi-se o desejo
Da vida florida
Que um dia existiu.
Se foi a esperança
Nem lembrança
Ressurge no íntimo
Morto, num corpo com vida
Que constrói uma dor.
Sentimentos não existem,
Uma alma estremecida,
Chora, luta,
Pela falta da altivez da vida.
No contínuo beiral
Do coração que lamenta
E da alma que estremece,
Permanece a depressão
Vagando sempre sem direção
Estraçalhando um corpo são...

Publicado no site: www.soplaar.com em 01/12/2015
Código do Texto: 131

Total de visualização: 1313


Comente esse texto:


Digite o código de validação!

Texto
Data
Total Visualização
Total Votos
A HERA
21/11/2015
1233
1
A MELANCOLIA É CINZENTA
20/11/2015
875
1
AMOR VAZADO
15/11/2015
727
3
AMOR,AMOR,AMOR
15/11/2015
784
4
CASA DE VIDRO
10/12/2015
1332
COM ASAS E LIBERDADE
08/01/2016
1313
1
COMO ESTÁS AMOR?
14/11/2015
747
4
CRÔNICA POÉTICA
15/11/2015
789
3
Depre
01/12/2015
1313
1
FLORES DA PRIMAVERA
23/11/2015
1320
1
Gota de orvalho
23/01/2016
1221
Gota de orvalho
23/01/2016
39
Gota de orvalho
23/01/2016
1265
Gota de orvalho
23/01/2016
1233
Gota de orvalho
23/01/2016
1320
Idoso
14/11/2015
704
3
LÁGRIMAS
18/11/2015
884
2
MAR BAILARINO
14/11/2015
704
4
MENINA MULHER
17/11/2015
762
2
MULHER
15/11/2015
713
2
MULHER 1
15/11/2015
669
2
O MENINO E O SAPATO
23/11/2015
1332
1
O RIO
24/11/2015
1360
1
Pedras
14/11/2015
698
4
PERFIL
16/11/2015
687
3
POETA
14/11/2015
686
3
POR QUE?
21/11/2015
826
1
PROSA POÉTICA
16/11/2015
651
3
Se as folhas falassem
14/11/2015
776
6
Se as folhas falassem
15/11/2015
710
2